05. Relatórios

Diana Santos

Untitled-5


Relatório 1

A habitação irá permanecer durante 6 meses na selva.

O material usado vai ser cortiça em placas e madeira polida/envernizada. A cortiça servirá como isolamento (do frio, do calor e acústico) e será usada nas paredes da casa e telhado. A madeira será usada para o chão e para criar a estrutura da casa.

A casa está dividida em duas partes, a parte térrea e um sótão/telhado.

Na parte térrea encontram-se as zonas da cozinha, da casa de banho e de convívio.

No sótão encontram-se as zonas de quarto e de trabalho.

Estas duas partes da casa estão ligadas por uma escada amovível.

A parte térrea e o sótão separam-se e a debaixo comprime-se.

Relatório 2

Pensei noutro projeto que consistia em quatro cubos. Um cubo grande e três mais pequenos que dessem para encaixar no cubo maior. Depois dos cubos mais pequenos serem encaixos no maior, este iria comprimir (desaparecendo o espaço que estivesse vazio). Mas debati-me com o problema do tamanho, o cubo mesmo quando comprimido, iria ter uma grande dimensão e seria complicado de transportar.
Então pensei em comprimir também os pequenos cubos, de forma a ficar tudo comprimido ao máximo.

Peguei também no meu projeto anterior e comecei a pensar nas dimensões reais que ele poderia ter para ver se é um projeto viável.

Relatório 3

Fiz outro projeto de uma casa e foi este que usei para fazer o trabalho que o professor pediu para entregar na sexta-feira do dia 24 de Janeiro de 2014. A casa consiste em 3 cubos. Um cubo central (que apenas possui 2 paredes exteriores, chão e teto) e 2 outros cubos, um mais pequeno que o central e o terceiro mais pequeno que o segundo, para que possam encaixar no central. Cada cubo terá uma claraboia e a porta encontra-se situada no cubo central.Este abrigo estará situado numa selva (numa planície).


Relatório 4

Estabeleci as dimensões da casa.O cubo central tem de largura e altura, 3m.O cubo da direita tem de largura 2,95m e tem 2,90m de altura. O cubo da esquerda tem de largura 2,95cm e de altura 2,80m.Desta forma será possível fazer com que os cubos da direita e da esquerda deslizem e encaixem no central.


Relatório 5

Estipuladas as medidas que o abrigo irá ter, passei à representação das 3 vistas do projeto.A escala utilizada é de 2:100, ou seja, 2cm no desenho corresponde a 100cm na vida real (as medidas reais encontram-se expressas no Relatório 4).
Penso utilizar o espaço que me resta da folha A3 para complementar a ideia do projeto, mostrando como irá ficar a casa depois dos cubos da direita e da esquerda deslizarem e se encaixarem no cubo central, ficando apenas este. 


Relatório 6

Acabei o trabalho das 3 vistas do meu projecto, pintando-o e complementando-o usando o espaço que me sobrou mostrando como iria ficar o projecto comprimido.

Comecei a pensar no material que iria usar para a maquete do projecto. A base será de cartão, as janelas (que servem como clarabóia) serão feitas de plástico e penso também usar cartão para a casa em si. Nenhum destes materiais está para já definido, podendo haver alterações ao longo da construção da maquete.
Tentarei também fazer com que a maquete seja desmontável, mas ainda não tenho a certeza se isso será possível ou prático para a construção desta.


Trabalho crítico — número 18 - Maria Guerra e Paz

Escolhi o trabalho do aluno, neste caso aluna, cujo número correspondente é o 18, porque foi o projeto que mais me despertou interesse.

Acho que está muito bem estruturado, pois permite-nos fazer o que o professor pediu – uma casa desmontável – de uma forma bastante acessível, fácil e rápida.

A casa fica reduzida ao máximo possível, pois as quatro paredes do cubo são feitas de pequenas tábuas que se dobram sobre si mesmas, para ajudar neste processo, as quatro paredes também se separam umas das outras. O telhado é uma lona (ou tecido) desdobrável, o que será fácil também de montar e desmontar. As únicas janelas da casa encontram-se nessa lona, permitindo a luz entrar. Mesmo as cores que ela escolheu para a casa e para a lona, fundem-se com o ambiente onde esta se encontrará (floresta), fazendo a casa ficar camuflada.

Para mim o ponto forte do projeto é o facto de ser bastante acessível no que toca a ser uma casa desmontável, mas há certos aspetos em que a minha colega podia ter pensado melhor.

Este projeto é feito para ser usado numa floresta. Numa floresta, há animais. Pergunto-me então se a lona, ou o tecido, seria forte e resistente o suficiente para aguentar com algum animal, que não andasse só no chão.

As dimensões da casa são reduzidas demais (2,5m por 2,5m), fazendo com que não houvesse espaço suficiente para duas pessoas (condição imposta pelo professor) terem as condições necessárias para sobreviverem.

Imagino também que numa floresta, pelo menos à noite, fará imenso frio. Uma casa de madeira com um telhado de lona, não me parece um material que não deixe o frio entrar, eu optaria por um material isolador.

© José-António Moreira